segunda-feira, 5 de março de 2018

Janela da liberdade.



Botando a cabeça para funcionar projeto da Chica e seu neto Neno, sempre nos dias 5, 15 e 25. Uma imagem e inspiração livre postagem ou comentário na postagem dela aqui: chicabrincadepoesia. Confira.


















Abre-se a persiana para a liberdade
sussurra no ouvido suave bom dia,
antes que o Sol deite sobre a cidade,
ouço passarinhos em bela cantoria.

Vejo subir aos céus a cinza fumaça,
com delicioso aroma do pão francês,
sinto até cheiro da deliciosa fogaça,
são cheiros de uma saudade talvez.

Pela janela vejo veículos em marcha,
gente estressada, sinto pelas buzinas,
quando um som se propaga e escapa.
seres coitados movidos por aspirina.

À noite quando então a rua paralisa,
junto à janela ouço do vento o canto.
Dizem ser o vento Sul na suave brisa,
que me acaricia a face neste recanto.

Toninho
05/03/2018



11 comentários:

  1. Olá, querido amigo Toninho!
    Neste momento, um vento Sul toca meu rosto e suaviza minha lida do dia agora silencioso.
    Passei por muito movimento no dia e necessito de paz refrescante para não me deixar petrificar pela cidade grande onde estou numa missão e desfrutar do coração sereno que procura fazer sempre o que Deus me dita com AMOR.
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há um mês sem o pão francês quentinho por cardápio funcional . É o que mais me dá saudade ...
      Moro bem perto de uma padaria de um pão melhor da cidade. Dá saudade... lembra uma vida toda quase até o integral ser necessário ... lindo versejar!

      Excluir
  2. Nooooossa, cheguei aqui agora cedinho e foi muito bem ver tua visão pela janela em poesia! O sol, o canto dos passarinhos, a fumacinha do pão...Tudo lindo...Adorei!Ainda bem poder ver poesia mesmo na selva de pedra...

    abraços, obrigadão! chica( levei o link)

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Toninho, linda inspiração, até senti vontade repetir o cafe da manhã, essa de pão quentinho, cheiro de café fumegante afff, estimula o apetite!
    Tenha um abençoado dia@

    Bjss no core!

    ResponderExcluir
  4. Toninho dá para sentir esse refrescar do vento em cada palavra escrita.
    Parabéns pela participação.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. Abrir a alma para a liberdade mesmo se preso no espaço. Lindo

    ResponderExcluir
  6. Boa noite Toninho,
    Que linda a sua poesia.
    Grande inspiração na imagem.
    Obrigada por partilhar a bela voz de Teresa Salgueiro.
    Beijinhos e continuação de boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  7. Olá Toninho ainda bem que me lembrou de outra palavra para explicar a Maria Luiza de que Estore quer dizer persiana não me lembrei de persiana e ela não sabia o que eu queria dizer, sua participação foi excelente aliás como sempre já a Gracita parece que lhe sai tudo bem um forte abraço Toninho

    ResponderExcluir
  8. Oi Toninho!

    A janela do meu quarto dá vista para uma montanha com muitos arbustos em volta. Dá paz olhar por ela, tal qual o encerrar de sua poesia!

    Abraço!!

    Renata e Laura

    ResponderExcluir
  9. Gosto tanto de ouvir o vento.
    Inspirada e bela participação.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Toninho!
    Dá até pra imaginar o cenário apreciado da janela, gosto de ouvir o vento na madrugada assobiando na festa da janela, bem como o chilrear da passarada. Lindo poema...Amei ler!
    Tenha um repousante final de semana.
    fica na paz de Deus amigo!
    Bjs no coração.

    ResponderExcluir


Grato pela leitura e comentário isto me incentiva.
Alguma dificuldade aqui favor deixar comentários.
Meu outro blog http://mineirinho-passaredo.blogspot.com.br/

Toninho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...