terça-feira, 8 de agosto de 2017

BC_ RAIO-X_39



Vamos a mais uma rodada da BC_Raio X hoje com as boas propostas da parceira Silvana, que nos leva a refletir sobre o dinheiro e de como obter sem se escravizar. Favor deixar seu ilink no final desta e leva-lo ao blog da Silvana, pois ficaremos gratos.

Pensemos na frase:

Dinheiro na mão é vendaval do bem e do mal, basta nas mãos de quem ele está. Referente a musica acima.

1 - Trabalho pra você significa prazer ou sacrifício?
2 – Você se considera pão-duro ou mão-aberta?
3 - Qual a importância do dinheiro em sua vida?

Respostas:

1- Eu tinha comigo uma frase que ouvia muito de meu pai: Vamos trabalhar que é um prazer, então não poderia ter outra resposta agora. O trabalho vive em mim desde os 13 anos via SENAI da Vale do Rio Doce e já com carteira de trabalho e nesta empresa me formei e especializei em eletricidade, que viria determinar minha carreira futura numa universidade. Ainda hoje depois de 46 anos e 20 de aposentado invento trabalho porque gosto da eletricidade. 

2- Sou mais mão aberta apesar da fama de mineiro ter um escorpião no bolso. Não um consumista exceto para novas tecnologias que despertam minha curiosidade, principalmente as de elétrica e informática.

3- O dinheiro infelizmente ou felizmente tornou-se um elemento diferencial nas pessoas, num país onde o Estado não funciona e além de tudo permitiu um sucateamento das coisas publicas como educação e saúde, assim sem ele as coisas tornam-se por demais complicadas, vidas tornam-se amargas e outras ceifadas. Então eu o acho importante num grau médio, que me permite ter uma vida digna, sem muito, mas o suficiente para estar na jornada. E para outros o excesso é uma tortura irremediável da qual eles não conseguem se libertar.

Toninho
08/08/2017


******************
Semana linda
e boa para você.


3 comentários:

  1. Toninho,como sempre tuas respostas mostrando bem o que nos passas todos esses anos de amizade e convivência pelos blogs todos que temos ou circulamos. Te imaginava bem assim mesmo! Nada de exageros, mas o suficiente pra uma boa vidinha poder ter e principalmente, tapas os buracos daquilo que faltaria em nossas vidas, já que os governos são o que são...( nem nomeio o que são pra não escrever palavrões no teu blos,rs..mas que pensei,ah! isso pensei...rs)

    abração, chica

    ResponderExcluir
  2. Olá, amigo Toninho!
    O tema de hoje veio bem a calhar pois estamos sem pagamento desde Abril, rs... como funcionária pública aposentada...
    Uma calamidade para todos sobretudo os mais idosos que necessitam de medicação cara...
    É tão bom quando se combinam vocação com profissão! A gente é feliz e nem sente peso embora, muitas vezes, o cansaço nos domine como é normal pois somos humanos.
    Meu pai amado também gostava de trabalhar e ficar parado não era com ele (saí a ele)... se bem que a soneca da tarde, ele não dispensava... eu não consigo todo dia só mesmo quando preciso para aliviar o coração...
    Enfim, bom mesmo é ser feliz, como todos sabemos ou podemos... com ou sem dinheiro... a alegria e a paz de espírito não se compram, são estados da alma...
    Eu não condiciono a minha ao dinheiro pois sou apenas professora (ainda por cima aposentada - calamidade pública no RJ), rs...
    Seja muito feliz e abençoado!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Muito bom dia poeta amigo. E como é trsite ver que essa questão de dinheiro passou a ser vista apenas como pra curtir a vida, hoje vemos o massacre de tantas famílias sem seus salários pagos, o dinheiro nessa hora vital pra sobrevivência. Por aqui atrasa alguns dias, mas é só a gente ver a TV que dá ânsia. oremos

    ResponderExcluir


Grato pela leitura e comentário isto me incentiva.
Alguma dificuldade aqui favor deixar comentários.
Meu outro blog http://mineirinho-passaredo.blogspot.com.br/

Toninho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...