segunda-feira, 25 de abril de 2016

Parque do amor


Para todos era rotina do casal. Todas as tardes sentados lado a lado num banco admirando o Por do Sol. Às vezes levava comidas para os peixes e passarinhos, era festa, ao vê-los chegar. Havia paz naquela imagem das tardes. Agora já havia algumas semanas, que não apareciam. A vizinhança ficou curiosa.

Léo e Bia assim conhecidos. Léo vindo de Portugal pós Segunda Guerra para uma mineração em Minas Gerais. Bia mocinha do interior veio para a cidade trabalhar na fabrica de tecidos. O destino os costurou neste parque, era festa do Trabalhador. Felizes e cúmplices após meses de namoro casaram na cidade de Bia.

Tiveram um filho que estudou em Portugal. Com dedicação acessou a universidade formando em Odontologia. Por lá montou seu consultório, tornou-se famoso com inovações nos tratamentos. A fama e inúmeros clientes roubaram dele tempo para visitar os pais, quando o fazia era apenas em fins de semana com sacrifício.

A mãe lamentava a falta do único filho. Léo aposentado resolveu voltar à velha terra com Bia, que não conhecia Portugal. Era Primavera lá. Amaram viver a exuberância da estação por lá e ainda estar com o filho todos os dias. Não esqueceram os passeios pelas tardes nos campos floridos. Bia sempre tirava da bolsa uma foto do lago azul, onde escreveram as primeiras linhas da historia de amor. Emocionados e abraçados afirmavam ouvir passarinhos de cá.

Toninho
25/04/2016 
Meu outro blog: mineirinho.blogspot
***************

Minha participação na BC_botando a cabeça para funcionar Nº 6 ano II um projeto da Chica e o Neno. participe com construção livre, vá lá e conheça outros e deixe sua inspiração aqui: chicabrincadepoesia

**********************
Uma semana maravilhosa 
para todos.




18 comentários:

  1. Que linda rotina de Bia e Léo.Que linda história de vida deles! E que bom que puderam visitar o filho ,estar com ele e claro, não esqueceram daquele lugar que marcou suas vidas!!! Adorei a inspiração! Obrigadão! abraço,tudo de bom, levo o link! chica

    ResponderExcluir
  2. A saudade existe sempre quando se está longe: matavam a saudade do filho, mas ficava a saudade da terra.
    A mim, afastada da minha terra-berço, emocionou-me em especial o final em que o casal afirma "ouvir os passarinhos" que cantam na terra distante, pois também eu, às vezes, ainda que passados tantos anos, pareço ouvi-los e até os cheiros parecem me visitar ;)

    um abç amg

    ResponderExcluir
  3. Lindo conto de um par amoroso que teve um lindo cenário testemunha de sua cumplicidade. bjs

    ResponderExcluir
  4. Lindo conto de um par amoroso que teve um lindo cenário testemunha de sua cumplicidade. bjs

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde Toninho,
    Que conto maravilhoso! Magnífica a sua criatividade.
    Fiquei muito emocionada com essa história referindo um personagem português, num dia em que comemoramos uma data tão importante para a vida de todos os portugueses.
    Muito obrigada pelo seu carinho e simpatia por Portugal que já tenho notado noutras publicações.
    Beijinhos e continuação de uma semana com muita paz.
    Ailime

    ResponderExcluir
  6. Um cenário perfeito onde foi costurado uma linda história de amor onde a cumplicidade e o companheirismo estiveram marcados no compasso de uma vida
    Que romântico! Uma grande ternura envolve cada passagem da sua tão bem delineada história, Parabéns meu amigo por mais esta grandiosa inspiração
    Uma semana linda e poderosamente abençoada
    Beijos com meu especial afeto

    ResponderExcluir
  7. Toninho, uma bela inspiração! Muita imaginação na sua mensagem muitíssimo boa!!
    Um grande abraço e feliz semana...

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, amigo Toninho!
    Lindíssimo!
    Ainda que não se veja facilmente, o amor eterno existe por aí... feliz de quem o presencie e relate tal façanha do amor!
    Bjm muito fraternno

    ResponderExcluir
  9. Boa noite, amigo Toninho!
    Lindíssimo!
    Ainda que não se veja facilmente, o amor eterno existe por aí... feliz de quem o presencie e relate tal façanha do amor!
    Bjm muito fraternno

    ResponderExcluir
  10. Não só ouvi o canto dos passarinhos, como também me perguntei se a inspiração se deu num fato real. O relato foi muito intenso. Uma paisagem e um conto de amor! A saudade ficou, e o amor se realizou ! Muito bem, Toninho, das palavras mágicas que saem voando para a tela , para nosso deleite e imaginação.

    abraços

    ResponderExcluir
  11. Oi Toninho eu "voei" por aqui nesta história de amor. Linda ecomosempre consegues nos encantar.
    Boa semana querido e apareça.
    bj

    ResponderExcluir
  12. Bem feita pra mim! Sou romântica por demais e ler isso fiquei todinha emocionada! Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá Toninho :)
    A imagem é exuberante e você escreveu
    um lindo e doce texto.
    Gostei muito!
    Uma paisagem dessas não se esquece nunca.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Conto de amor... que belo! A inspiração que a imagem proporcionou a você teve um resultado encantador. Que criatividade, meu amigo!! Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Um lindo conto onde a ternura prevalece em cada palavra.Mjuito bonito.
    Um abraço,
    Élys.

    ResponderExcluir
  16. Linda história de amor, e com eles a foto do lindo lago azul para relembrar momentos felizes!

    bj

    ResponderExcluir
  17. Belíssimo conto e o reencontro do filho com os pais emocionante.
    Parabéns pela criatividade, Toninho.
    Gostaria de te convidar para brincar e tomar um cafezinho conosco lá no blog dos bichinhos.
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  18. Toninho, passando aqui para lhe dizer que tenho tentado entrar no seu blog Mineirinho, mas está difícil! Demora demais para abrir. Fico com medo de vírus, então não fico insistindo! Nunca aconteceu antes! O motivo é esse, ok? Abração!

    ResponderExcluir


Grato pela leitura e comentário isto me incentiva.
Alguma dificuldade aqui favor deixar comentários.
Meu outro blog http://mineirinho-passaredo.blogspot.com.br/

Toninho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...